Olhando seu perfil nas redes sociais, você se contrataria?

By Virgínia Terra 2 anos ago

Contratação e Redes Sociais

#FicaaDica

Pessoal, tudo joia?

Bom, hoje eu quero falar para vocês algumas coisas extremamente importantes quando pensamos em desenvolvimento de carreira, com olhar em redes sociais.

Nós vivemos, hoje, numa época que redes sociais fazem parte do nosso dia-a-dia, seja com características pessoais ou com características profissionais. O que importa é que todo mundo, de alguma forma, tem um perfil em uma rede ou em algum lugar online. Então isso que é importante a gente começar, que é o que eu brinco “#FicaaDica” de como as redes sociais podem ou não favorecer a sua carreira, a sua vida profissional principalmente.

Uma coisa legal para vocês saberem, por exemplo, eu como headhunter há muito anos, sempre me perguntaram o que que eu olhava quando eu recebia um currículo. Eu olhava só o currículo ou também buscava informações adicionais? Claro, como headhunter ou como qualquer profissional de recrutamento e seleção, no momento de realmente buscar um candidato para sua vaga, nós olhamos tudo o que podemos, tudo. Não só o currículo que a gente recebe.

Hoje, claro, com as redes sociais, a gente tem um volume de informações à nossa disposição imenso. O que que isso significa? Isso significa que se você está online, você está no mundo. É público, não tem jeito! Por mais que você coloque lá no seu perfil, que não quer muito que as pessoas te encontrem ou vejam aquilo que é privativo para você, não tem jeito. De alguma forma as informações estão lá e muitas vezes os descuidados acabam deixando muitas informações realmente abertas, à disposição. Tem o aspecto, também, de segurança, que é importante as pessoas prestarem atenção com isso porque, assim como eu, headhunter, consigo encontrar muitas informações sobre a sua vida, isso também está disponível para muitas outras pessoas.

Mas vamos lá! Algumas coisas importantes:

Por exemplo, rede social é o local onde as pessoas costumam manifestar o que pensam, o que sentem, como veem o mundo, como veem as coisas, compartilham informações que gostam, que não gostam e tudo isso representa muito o que você pensa, o que você sente, o que você é. Então, muitas vezes, quando recebo um currículo e vou procurar alguém na rede, a primeira impressão é a foto, não tem jeito. Nós vamos olhar a sua foto. E lá você pode ter uma foto apropriada ou não, depende. Mas o que que a gente recomenda? A partir do momento em que você está em uma rede social, como por exemplo, um LinkedIn, (que é uma rede social hoje extremamente útil) praticamente mais de 95% das empresas e, principalmente os profissionais de RH, acessam esta rede para obter informações e dados profissionais das pessoas. Então, claro, nesta hora é importante que a sua foto seja uma foto adequada. Muita atenção com fotos! Fotos, principalmente com copos na mão, de farra, de festas, isso sempre tem uma situação específica, mas, dependendo do trabalho que você tenha, isso pode ser um grande problema para a sua carreira.

Bom, isso é um primeiro impacto, minha foto, sua foto e as informações que acompanham seu perfil. Vou dar um exemplo para vocês: principalmente política… Religião… Tem tantas coisas que geralmente são polêmicas ou que as pessoas têm seu próprio posicionamento. O que que acontece? Nas redes sociais você vê muitas discussões e aí que vem o perigo. Nós recomendamos para as pessoas que evitem posicionamentos extremos. Você pode defender o seu ponto de vista, você pode expressar sua opinião, mas é muito importante tomar cuidado com a forma que a sua opinião é manifestada, porque isso pode demostrar que, de repente, você não sabe trabalhar muito bem em equipe, que você não aceita diversidades no ambiente de trabalho, que você, sob pressão, tem uma reação, de repente, explosiva. E, claro, quando você trabalha, você representa uma marca, você representa uma empresa. E, hoje, tudo o que você escreve, de certa forma representa o que aquela empresa faz. É muito comum demissões, inclusive por justa causa, acontecerem por expressões, por comentários, por frases que aquela pessoa escreve esquecendo que é um funcionário ou sendo funcionário e que, muitas vezes, isso não representa a opinião da marca ou daquela empresa. E aí muitas vezes a empresa se posiciona contrária àquela manifestação.

Também tem uma coisa muito importante: quando você compartilhar alguma informação, quando você comentar alguma informação, que seja algo realmente útil. Que sejam, realmente, comentários importantes. Cuidados com os erros de português, com a gramática utilizada e com os grupos que você também se relaciona e frequenta. Tudo isso diz muito sobre você.

Então, uma coisa importante para nós começarmos. Porque, este assunto de redes sociais, é um assunto extremamente extenso e tem muita coisa importante aí. Mas acho que vale a pena nós diferenciarmos duas coisas: quando eu falo de rede social eu estou falando de LinkedIn, que é uma rede social com perfil mais profissional, mas também estou falando de Facebook, Instagram, Twitter, tudo o que vocês puderem imaginar que representa suas opiniões online.

Tinha o velho Orkut, vocês devem lembrar disso. É a mesma coisa! E uma outra situação são os Job Boards, ou seja, os sites de anúncios de vagas, como “Vagas”, “Catho”, “Infojobs”, “Curriculum” que são outro tipo de perfil, um outro tipo de profile, como a gente fala. Alí você vai ter o teu Job Description, o descritivo do seu cargo mas, necessariamente, não está com as expressões do que você pensa, do que você fala, do que você gosta.

Então, seu eu posso dar uma dica para você, a primeira coisa é: assim que você terminar de ver esse vídeo, acessa lá os teus perfis, vê como você está nas redes sociais e faça uma observação crítica: você, por acaso, se contrataria ao acessar as suas próprias informações?

É isso aí!

Obrigada.

Irina Bezzan
Coordenadora do Núcleo de Apoio a Carreiras e Headhunter
Categories:
  Blog Acadêmico, Fappes
this post was shared 0 times
 000
About

 Virgínia Terra

  (32 articles)

Supervisora de Marketing - Comunicação

Um Comentário

  • Débora Eugenio says:

    De fato à análise feita através dos perfis das redes sociais não é possível ser feita através do currículo descritivo. O perfil das redes sociais diz muito da personalidade da pessoa.

Comente

Your email address will not be published.