Faculdade Paulista de Pesquisa e Ensino Superior - 0800 730 7766

Se você pensa em ter um negócio próprio, saiba que não terá como abrir mão do branding. É cada vez mais difícil uma marca conseguir chamar a atenção com base nos seus atributos funcionais, daí a necessidade de se investir em estratégias que ajudem a criar uma proposta de valor para suas atividades.

O primeiro cuidado que você deve ter é entender que os projetos nessa área dependem de tempo. Ou seja, não se trata de algo que possa ser resolvido no curto prazo. Mas o esforço vale a pena. Pense nisso: a ideia é construir percepções positivas sobre a sua marca, o que ajuda bastante na geração de resultados positivos.

Quer saber mais sobre o assunto? Então preste atenção nas informações que separamos. Neste post, vamos explicar o que é branding e mostrar como ele pode ser aplicado aos novos negócios!

Entenda a importância do branding

Se você tem concorrentes, precisa investir em branding. Por que somos tão taxativos nisso? Simples: independentemente da sua área de atuação, a disputa pela atenção do público é acirrada. Além disso, mesmo quando se consegue chegar num produto ou serviço inovador, as chances de que outras empresas repliquem a ideia é alta.

Agora, se você fizer um trabalho adequado na gestão da sua marca, a história muda de figura, uma vez que será possível construir diferenciais únicos, vinculados às propostas de valor do seu negócio.

Qual é a vantagem disso? Fica mais fácil estabelecer a conexão com o seu público de interesse. Isso acontece porque o foco do trabalho é justamente a percepção que as pessoas têm sobre as suas atividades. Todas as ações são direcionadas para esse fim: construir uma imagem positiva sobre a sua marca.

Vamos ver nos próximos tópicos como isso funciona na prática. Acompanhe!

Saiba diferenciar brand x branding

Para evitar confusão, é importante esclarecer a diferença entre brand e branding. É comum que os termos sejam usados como sinônimos, mas isso não está certo.

O brand (marca, em português) envolve os elementos que são empregados para identificar a sua empresa.  Estamos nos referindo, portanto, ao nome, logotipo e mesmo às cores e ao design que fazem parte da identidade visual de sua marca.

Quando pensamos num projeto, claro que tudo isso é importante. As representações gráficas do negócio precisam ser bem cuidadas, até porque ajudam a expressar os seus valores. Porém, no caso do branding, o foco é mais abrangente.

Além da identidade visual, o que está em jogo é o processo de gestão da marca como um todo. Assim, o mais importante é definir a sua personalidade. O que a diferencia da concorrência? Qual é a sua essência?

É a partir daí que vamos desenvolver estratégias capazes de expressar o seu valor perante os seus públicos de interesse. Veja que, nesse caso, não estamos falando apenas do cliente da empresa. Um projeto de branding garante uma posição melhor para a empresa junto a seus colaboradores, investidores e até mesmo fornecedores.

No caso de uma startup, sabemos que uma marca bem trabalhada pode inclusive ajudar a acelerar o desenvolvimento do negócio. Não é difícil entender por que isso acontece: os gestores conseguem materializar melhor as promessas do seu produto ou serviço. Isso é possível porque fizeram a lição de casa e têm como colocar em evidência as suas principais características.

Confira como aplicar o branding

Agora que você entendeu o conceito do branding, vamos mostrar como devemos trabalhar a sua aplicação.

O primeiro ponto a ser destacado é que tudo começa com a definição dos valores-chave do seu negócio. Ao fazer isso, é importante pensar, claro, no que diferencia suas atividades, o que a torna única. Porém, não se esqueça de considerar também as demandas do seu público.

Pode parecer óbvio, mas vemos empreendedores cometendo erros graves nessa área, deixando de avaliar o interesse dos potenciais clientes. Não caia nessa armadilha: ao determinar quais são as premissas da sua oferta, avalie as condições dos ambientes interno (a situação da própria empresa) e externo (o ambiente mercadológico).

Cada operação tem suas particularidades, mas pense no que fará sua marca ser forte, destacar-se da concorrência. Cuidado: todo mundo almeja a perfeição, mas é impossível alcançá-la em várias frentes. Portanto, seja realista ao mapear as suas competências e eleja quais serão priorizadas.

Numa startup, por exemplo, é provável que você consiga até se basear nos aspectos funcionais do seu produto ou serviço, considerando que geralmente o objetivo das novas empresas é ter algo “fora da caixa”, baseado na inovação. Se for esse o caso, vá em frente, trabalhe o seu branding a partir desses atributos.

Mas há também outros caminhos que podem ser seguidos. Dica importante: a experiência oferecida ao consumidor é um aspecto cada vez mais relevante nas decisões de compra. Portanto, ao definir sua estratégia, avalie o que a sua empresa pode fazer para se destacar nessa área.

Finalizada essa etapa sobre a análise da essência da marca, a implantação do projeto de branding seguirá as seguintes etapas:

1. definição do posicionamento;

2. elaboração da identidade visual;

3. ativação das expressões da marca;

4. gestão da marca.

Veja os benefícios do branding para startups

Uma das funções do branding é tornar as suas ações de comunicação mais consistentes. Faz sentido que isso aconteça: com tudo bem organizado, fica bem mais fácil definir o que funciona melhor para expressar os valores da marca.

Quando pensamos na estruturação de um novo negócio, isso ajuda bastante no seu desenvolvimento e tem efeito direto em frentes importantes, como:

  • reputação da empresa;

  • vínculo estabelecido com os seus diversos públicos;

  • relação mantida com os clientes finais.

A elaboração e a execução de projetos de branding envolvem mão de obra especializada. É importante adotar os cuidados necessários na criação do logo, da embalagem (se for o caso) e dos materiais de comunicação, até porque projetos dessa natureza demandam conhecimentos específicos. Contudo, quem está à frente do negócio deve entender do assunto, até para conseguir fazer as exigências necessárias, certo?

Gostou do artigo? Entendeu como o branding tem um importante papel na geração das propostas de valor dos negócios? Compartilhe o post nas suas redes sociais e ajude os seus seguidores a esclarecer suas dúvidas sobre o assunto!

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×

Taxa de Inscrição Vestibular Futuro Executivo

R$25,00

O Programa Futuro Executivo da Fappes Blox foi feito para te transformar. Ele diz respeito a uma graduação em Administração com uma série de benefícios para mudar suas atitudes, comportamentos, suas visões empreendedoras e de mundo! Está pronto para transformar sua vida?

Fazendo o Programa Futuro Executivo você tem direito a um curso no Canadá, na McGill University durante um mês! Um curso de inglês e sessões de Coaching também entram na lista VIP das inúmeras vantagens do Programa. Nós da Fappes Blox acreditamos que a educação vai além de um diploma. E você?