O que é Design Thinking?

By Juliana Batista 2 anos ago

“Pensar fora da caixa” é uma expressão que você já deve ter ouvido diversas vezes quando é solicitado a refletir de uma maneira diferente para inovar e trazer novas soluções a questões complexas. No entanto, como é possível fazer isso nos ambientes sedentos por desempenho o qual vivemos que diminuem a nossa capacidade de experimentar alternativas originais? O modelo de criação conhecido por design thinking é uma proposta que está contribuindo muito para a inovação e para a resolução de problemas em organizações de todos os portes e setores.

Tim Brown, criador do design thinking e CEO de uma das mais inovadoras empresas do mundo – a Ideo, desenvolveu esse modelo a partir do processo que os designers utilizam para atender às demandas do mercado e expandiu a proposta para qualquer processo que exija criatividade. Confira a seguir as principais etapas do design thinking para identificar novas soluções e atender necessidades do mercado:

Imersão

Nessa etapa inicial deve-se pesquisar e buscar conhecer o máximo de referências possíveis, pois é aqui que os insights e as oportunidades de inovação virão. Da mesma forma o investigador poderá obter informações relevantes para entender como o seu problema se estrutura e como outras áreas lidam para solucionar problemas semelhantes. É muito comum que se busque dados de mercado, observação e entrevista com clientes, bem como pesquisa de campo para a melhor compreensão de toda a experiência do cliente com os seus produtos ou serviços atuais.

Ideação

Após o amplo entendimento do problema, ou da necessidade que se pretende atender, essa é a hora de tentar enxergar o problema sob diversas óticas a fim de encontrar o maior número de alternativas ‘fora da caixa’ disponível. Assim, por meio de um processo criativo, a geração de ideias de produtos e serviços é estimulada buscando alcançar uma proposta que maximiza a percepção de valor do cliente.

Prototipação

Durante essa etapa o novo produto ou serviço criado na fase anterior é produzido de forma simples e rudimentar. Assim, a ideia inicial pode ser testada e produzir mais insights a partir desse seu uso inaugural, bem como o atendimento da necessidade do consumidor final será verificado e corrigido para aumentar a sua capacidade de satisfação.

Desenvolvimento

Na última etapa o produto ou serviço testado anteriormente é finalmente desenvolvido em sua plenitude e lançado no mercado. Contudo, engana-se quem pensa que o processo acaba aqui, pois as ideias acerca da solução devem ser constantemente colhidas entre todos os agentes que possuem contato com ela (clientes, talentos internos da organização, fornecedores, parceiros etc). Essas informações e análises servirão para melhorias contínuas e como mais insight para soluções futuras.

Design Thinking

Design Thinking

Uma grande vantagem do design thinking é que não necessita de investimentos altos para ser implantado, porém, para que funcione com eficiência, deve ser uma prática imersa na rotina e na cultura organizacional das empresas. Além disso, é necessário que se tenha um gestor único responsável que, por meio da educação corporativa, irá organizar uma implantação interna gradual que envolverá o modo como todos os colaboradores pensam os processos organizacionais e contribuem para um salto criativo da empresa.

Category:
  Blog Corporativo

Comente

Informe seu e-mail para enviar seu comentário.