Faculdade Paulista de Pesquisa e Ensino Superior - FAPPES | 0800 730 7766

Diversos conceitos que aplicamos no dia a dia na área de Marketing foram desenvolvidos por Philip Kotler. Não é à toa que ele é considerado por muitos como o “papa do Marketing”. Mas não se engane: sua obra não é referência apenas para esse segmento. Serve de norte para várias áreas que envolvem a produção de conhecimento.

Kotler é um dos idealizadores — e defensor — da ideia de que as marcas devem se associar a bons propósitos, e não podem se limitar aos aspectos financeiros do negócio, sob o risco de fracassarem. Não é o máximo isso?

Quer entender mais sobre os conceitos que têm orientado a evolução das áreas de Administração e Marketing? Então você está no lugar certo! Preparamos uma síntese com 9 lições que Kotler trouxe ao mundo! Vamos lá?

O que você precisa saber sobre Philip Kotler

Antes dos conceitos, vale o registro de alguns dados sobre o especialista. Norte-americano, ele nasceu em Chicago, em 1931. Aos 86 anos, continua ativo, ministrando suas aulas na Universidade Northwestern e proferindo palestras.

Ele esteve no Brasil pela última vez em 2014 e falou sobre a necessidade de o país expandir os seus negócios para os vizinhos latino-americanos.

Para ter uma ideia da produção dele, saiba que ele é autor e coautor de mais de 50 livros apenas na área de Marketing.

As principais lições de Kotler para o universo do Marketing

Feitas as apresentações, vamos às lições:

1. A evolução do Marketing

Você provavelmente já ouviu falar de Marketing 3.0, uma vez que a expressão é empregada para designar as estratégias que precisam ser criadas para atender à demanda do novo consumidor, muito mais exigente em suas relações de consumo.

Kotler lançou um livro com esse nome em 2010, junto com Hermawan Kartajaya e Iwan Setiawan. No Brasil, a editora responsável pelo lançamento foi a Campus.

Além de analisar a evolução do Marketing 1.0 (centrado no produto) para o Marketing 2.0 (focado no consumidor) e, finalmente, para o Marketing 3.0 (orientado pelo relacionamento), Kotler antecipou várias tendências relacionadas ao comportamento do neoconsumidor.

Muitos dos conceitos defendidos ainda estão em desenvolvimento (até porque essa “passagem” não tem sido nada fácil para as empresas), mas “o pai do Marketing” já está à frente. Lançou em 2017 “Marketing 4.0”, no qual examina como a hiperconexão dos consumidores tem alterado as práticas de Marketing.

2. A importância do brand experience nas lojas físicas

Kotler defende há um bom tempo a necessidade de se investir mais nas experiências proporcionadas ao cliente. “Uma alternativa é transformar as lojas numa experiência”, diz, chamando a atenção para a importância conquistada pelo e-commerce.

Para ele, não há outra saída para as empresas: precisam integrar as estratégias on e off-line e encontrar uma “razão para existir”, ou seja, criar ambientes que extrapolem as questões mais funcionais do comércio.

3. O papel das mídias digitais

Sem esconder que é um entusiasta das novas possibilidades proporcionadas pelo ambiente online, o guru do Marketing moderno foi categórico: “Se eu começasse hoje, iria me dedicar às mídias digitais”.

Contudo, como recomendam os especialistas nessa área, desde o início dessa história Kotler argumenta em prol da integração das estratégias de comunicação. “As velhas mídias e as novas trabalham juntas”, afirma.

4. A força do design

A importância do design é destacada pelo especialista como uma das saídas que as empresas podem usar para oferecer soluções que realmente façam a diferença na vida do consumidor. E tem tudo a ver com a necessidade de se buscar a inovação.

Como exemplo, ele cita marcas consagradas nessa área, como o iPhone, a Harley-Davidson e o relógio Swatch.

5. O funil de vendas

Uma das bases do Inbound Marketing (também conhecido como novo Marketing) é o funil de vendas. Como estamos citando aqui, você já deve imaginar quem ajudou a desenvolver esse modelo, certo?

O esquema proposto por Kotler tem seis etapas:

  1. Prospecção
  2. Entendimento das necessidades do cliente
  3. Desenvolvimento de soluções
  4. Apresentação da proposta
  5. Negociação dos contratos
  6. Fechamento das vendas

Além de indicar os estágios que devem ser seguidos até a finalização da venda, ele apresentou a “fórmula” usada atualmente nas estratégias das empresas que atuam com Marketing Digital: “o Marketing é responsável pela criatividade e pelas estratégias apropriadas para chegar ao cliente, enquanto a execução fica com o pessoal de vendas”.

6. A função central do Marketing

Como é esperado de alguém que ajudou a criar as bases do Marketing moderno, Kotler conferiu um papel de protagonismo para a atividade. Tomando como referência os diversos estudos realizados nessa área, mostrou que Marketing não deve ser visto como um simples departamento.

“Precisa funcionar como uma força de papel decisivo para o sucesso de um negócio”, ensinou, contribuindo para difundir o conceito de que cabe ao Marketing liderar as estratégias de gestão de vendas.

7. A relevância do Marketing B2B

A defesa do Marketing no segmento business-to-business tem relação direta com a importância que Kotler confere à atividade. Em suas colocações sobre o assunto, mostra-se indignado com a “falta de excitação dos estudantes” da área de Marketing em relação ao B2B.

8. O protagonismo do consumidor

Ao conceituar a evolução do Marketing, Kotler já chamava a atenção para a necessidade de as empresas olharem com mais atenção para o seu público. Essa era uma das premissas do Marketing 2.0.

O que muda, quando se pensa na atualização desse conceito, é que o foco dos negócios deve estar na satisfação do consumidor que, por sua vez, precisa ser entendido em todas as suas dimensões. Ou seja, o foco não deve ser apenas comercial.

A preocupação é que não se pense apenas em vender, mas em encontrar formas de fazer com que marca e consumidor cresçam juntos. Veja como ele sintetiza essa ideia: “Mudamos do Marketing de Transação para o Marketing de Relacionamento”.

9. A consciência social das marcas

Até para buscar essa aproximação com o cliente Kotler considera fundamental que o Marketing extrapole as linhas de atuação mais básicas, ajudando as marcas a ter propostas de valor relacionadas às causas que importam para o público.

“Pense no consumidor não em termos de alguém que vai comprar seu produto, mas alguém que deseja que o mundo seja um lugar bom para viver”. Essa frase sintetiza bem a forma como ele enxerga um Marketing que consegue “tocar o espírito das pessoas”.

Ao ler as ideias de Kotler sobre Marketing não dá vontade de estudar mais sobre o assunto? Pois é assim que funciona quando temos contato com pessoas que inspiram. O nosso “papa do Marketing”, com certeza, é uma delas, não é mesmo?

E você, gostou do post? Deu para ter uma noção básica sobre a importância de Philip Kotler? Então, aproveite para compartilhar essas lições valiosas com os seus amigos nas redes sociais. É a sua chance de incentivar mais conversas sobre a área do Marketing!

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×

Taxa de Inscrição Vestibular Futuro Executivo

R$25,00

O Programa Futuro Executivo da Fappes Blox foi feito para te transformar. Ele diz respeito a uma graduação em Administração com uma série de benefícios para mudar suas atitudes, comportamentos, suas visões empreendedoras e de mundo! Está pronto para transformar sua vida?

Fazendo o Programa Futuro Executivo você tem direito a um curso no Canadá, na McGill University durante um mês! Um curso de inglês e sessões de Coaching também entram na lista VIP das inúmeras vantagens do Programa. Nós da Fappes Blox acreditamos que a educação vai além de um diploma. E você?