Faculdade Paulista de Pesquisa e Ensino Superior - 0800 730 7766

Você sabia que existe diferença entre faculdade e universidade? É comum que muitos estudantes pensem que as duas palavras tenham o mesmo significado, mas as coisas não são bem assim. Na verdade, existem vários tipos de faculdade que vão muito além dessa simples divisão.

Quando estamos iniciando a nossa jornada pelo ensino superior, buscando uma formação de qualidade para alavancar a carreira, é comum que surjam muitas dúvidas em relação ao funcionamento e diferenças entre as várias instituições de ensino que existem no país. É importante esclarecer essas dúvidas para que você faça a melhor escolha para o seu futuro.

Pensando nisso, vamos explicar aqui quais são os principais tipos de faculdade, classificando-os em três categorias diferentes: administração, modalidades de ensino e organização. Confira!

Administração

Para que uma instituição de ensino possa funcionar, é preciso que haja investimento. A sua administração e o seu funcionamento podem ficar a cargo do poder público ou da iniciativa privada. Existem dois tipos de faculdade nesse âmbito:

1. Públicas

São aquelas financiadas com o dinheiro do Estado. Dessa forma, o poder público é o responsável por mantê-las e administrá-las, podendo ser divididas em três esferas: federal, estadual e municipal.

As universidades federais são as mais famosas e também as que recebem maior investimento do governo, de modo que possuem um ensino de qualidade e referência. Mas isso não quer dizer que as outras também não sejam de excelência. Dois grandes exemplos de faculdades estaduais de qualidade são a USP e a Unicamp.

A grande vantagem das faculdades públicas é a gratuidade do ensino. Como são mantidas pelo poder público como forma de cumprimento ao Direito de acesso à educação, seus cursos não possuem mensalidade. Por outro lado, a competição para conseguir uma vaga nelas é enorme, exigindo muito estudo e disciplina para alcançar uma nota alta no ENEM ou vestibular.

2. Privadas

As faculdades particulares são financiadas e administradas pela iniciativa privada. Como já é de se esperar, a maioria dessas instituições possui fins lucrativos, de modo que a mensalidade dos cursos é paga, exigindo que os estudantes façam um investimento financeiro na sua educação.

Existem também faculdades privadas sem fins lucrativos, mantidas por cooperativas e associações com interesses filantrópicos e comunitários. Em geral, essas instituições possuem formas limitadas de ingresso e são direcionadas a áreas bem específicas.

A grande vantagem de se estudar em uma instituição privada é que elas não são tão limitadas quanto as públicas, tendo muito mais liberdade para se organizarem. Assim, existem diversos tipos de faculdade que inovam no seu modelo de ensino, fazendo uso de técnicas modernas para dinamizar o aprendizado e torná-lo muito mais eficaz, fugindo de padrões ultrapassados e engessados.

Modalidades de ensino

Com o avanço da tecnologia, hoje em dia é possível fazer um curso superior sem precisar frequentar as aulas presencialmente. Diante disso, é possível dividir as modalidades de ensino de uma faculdade em 3 tipos principais:

1. Presencial

Esse é o modelo padrão, no qual o aluno deve ir à faculdade para poder frequentar o curso. Lá, professores ministram o conteúdo dentro de uma sala de aula e as atividades em grupo, laboratórios e bibliotecas ocorrem todas dentro do ambiente estudantil.

A vantagem do ensino presencial é o contato direto e físico com colegas e professores, o que aumenta a interatividade entre todos. Há também mais facilidade em frequentar os espaços oferecidos pela instituição para incrementar o aprendizado dos estudantes.

2. EAD

A educação à distância (EAD) tem se tornado cada vez mais popular, principalmente entre pessoas que trabalham e estudam. Aqui, a maior parte do conteúdo do curso é ministrado por meio da internet, com videoaulas e materiais online.

A grande vantagem da EAD é a possibilidade de escolher quando e onde assistir às aulas, facilitando a conciliação da rotina de trabalho com os estudos.

Vale lembrar que o MEC exige que, pelo menos uma vez por semestre, os alunos se desloquem até um dos polos presenciais da faculdade para fazer as provas finais. Essa é uma forma de garantir que não haja fraude.

3. Semipresencial

Por fim, a modalidade semipresencial mistura as características das duas anteriores. É usada mais em cursos que exigem conhecimentos práticos, como aulas em laboratórios e oficinas.

Nesses tipos de faculdade, os estudantes podem assistir às aulas online, mas também precisam frequentar o polo presencial para realizar atividades ministradas em laboratórios e fazer trabalhos específicos em grupo.

Organização

Em relação à organização das instituições de ensino, podemos finalmente fazer a diferenciação entre faculdade, universidade e centros universitários. É interessante também explicarmos o que são as escolas técnicas:

1. Faculdades

As faculdades são instituições normalmente focadas em uma área específica, como Administração ou Engenharia. Seus cursos são limitados e concentrados nessa atuação.

Em geral, as instituições de ensino surgem como uma única faculdade e depois vão crescendo, ampliando sua área e, posteriormente, podem pedir o credenciamento para se tornarem centros universitários ou universidades.

2. Centros universitários

Para se formar um centro universitário, a instituição precisa ser credenciada pelo MEC. Para isso, é preciso cumprir os seguintes requisitos mínimos:

  • um terço do corpo docente deve ter doutorado ou mestrado;

  • um quinto dos professores precisam trabalhar em regime integral.

Ao contrário das faculdades, os centros universitários têm autonomia para criar cursos em diferentes áreas, modificá-los, organizá-los e extingui-los. Vale lembrar, porém, que você deve verificar se esses cursos são aprovados pelo MEC para garantir que seu diploma tenha validade no mercado de trabalho.

3. Universidades

De todos os modelos mencionados até aqui, a universidade é o mais completo, com autonomia para criar cursos em áreas diferentes sem precisar pedir autorização do MEC. Além disso, são instituições que, além de oferecer cursos superiores, também tem o objetivo de fazer pesquisas e extensões.

Para que uma instituição de ensino seja reconhecida como universidade, ela precisa cumprir os seguintes requisitos:

  • um terço do corpo docente com mestrado ou doutorado;

  • um terço dos professores em regime integral;

  • oferecer pelo menos quatro cursos de pós-graduação stricto sensu, sendo um deles obrigatoriamente de doutorado.

Universidades são ideais para quem deseja seguir a área acadêmica, pois, além das aulas tradicionais, elas também oferecem oportunidades de pesquisa e iniciação científica.

4. Escolas técnicas

Para finalizar, as escolas técnicas são instituições que oferecem um ensino centralizado em uma área específica e técnica, de forma que o conhecimento transmitido é bem mais sucinto e direcionado.

Diante disso, os cursos técnicos costumam ser bem mais rápidos do que os superiores, com duração média de dois anos. Ao se formar, o estudante recebe um diploma e o título de técnico ou tecnólogo.

Cabe ressaltar aqui que algumas faculdades também podem oferecer cursos técnicos entre suas opções de ensino.

Com isso, terminamos as definições dos diferentes tipos de faculdade. Não se esqueça de que, para obter os melhores benefícios que o ensino superior tem a oferecer, você deve optar por uma instituição que faça a diferença, utilizando métodos inovadores de ensino e de interação entre os estudantes e o aprendizado, como é o exemplo do Sistema Blox, adotado pela Fappes!

Gostou deste post? Então aproveite para assinar a nossa newsletter e receber todas as novidades do blog diretamente por e-mail!

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×

Taxa de Inscrição Vestibular Futuro Executivo

R$25,00

O Programa Futuro Executivo da Fappes Blox foi feito para te transformar. Ele diz respeito a uma graduação em Administração com uma série de benefícios para mudar suas atitudes, comportamentos, suas visões empreendedoras e de mundo! Está pronto para transformar sua vida?

Fazendo o Programa Futuro Executivo você tem direito a um curso no Canadá, na McGill University durante um mês! Um curso de inglês e sessões de Coaching também entram na lista VIP das inúmeras vantagens do Programa. Nós da Fappes Blox acreditamos que a educação vai além de um diploma. E você?