Como aplicar gestão do conhecimento

By Juliana Batista 1 ano ago

Considerada por alguns como apenas um modismo, a gestão do conhecimento já provou que veio para ficar definitivamente, pois é uma eficiente estratégia para maximizar o capital intelectual de uma organização.
Entre os inúmeros benefícios da sua aplicação, a gestão do conhecimento permite um rápido desenvolvimento de inovações dentro da organização, gerando vantagem em relação à concorrência e sendo  sustentável no longo prazo. Além disso, os processos internos ganham mais fluidez e os funcionários tornam-se mais colaborativos. Assim, é imprescindível que as organizações criem mecanismos para disseminar o conhecimento in company. Confira a seguir as principais etapas da gestão do conhecimento na prática:

Gestão do conhecimento in company

Gerar conhecimento

Promover ações na organização para trocas de experiências, encontro entre áreas, universidades corporativas, cursos in company são exemplos práticos de atividades que estimulam a ampliação do conhecimento entre os colaboradores, gerando ambientes de aprendizagem.

 

Armazenar conhecimento

Além dos dados e informações, o conhecimento produzido pelos talentos da organização também precisa ser sistematizado e armazenado dentro da mesma, para que não se perca com o tempo e com as trocas. A organização desse conhecimento capturado é fundamental para a sua penetração e utilização ampla na empresa.

 

Distribuir conhecimento

As estruturas físicas do espaço de trabalho podem auxiliar os colaboradores a trocar experiências e conhecimento, bem como tecnologias da informação que trazem rapidez e conectividade. O mais importante é garantir que, de alguma forma, o conhecimento consegue ser acessível a todos e compartilhado entre os envolvidos.

 

Aplicar conhecimento

Não basta só organizar e disponibilizar o conhecimento, pois ele precisa ser aplicado aos novos projetos para gerar valor competitivo empresarial. Estimular a inovação e a criatividade dos colaboradores é parte essencial deste processo para que o discurso e prática estejam alinhados, ou seja, uma empresa que pretende gerir o seu conhecimento deverá dar condições e oportunidades para que seus colaboradores utilizem o conhecimento em inovações de processos, produtos ou serviços que tragam uma vantagem competitiva real.

 

Category:
  Blog Corporativo

Comente

Your email address will not be published.