Nós perguntamos e os Futuros Executivos responderam: como está o intercâmbio?

By Virgínia Terra 2 anos ago

Nós perguntamos e os Futuros Executivos responderam: como está o intercâmbio?

P: Como foram esses primeiros dias na McGill?

R: “Os primeiros dias foram incríveis, tudo começou com a ‘Amazing Race’, cujo objetivo era andar pela cidade e tirar fotos de pontos turísticos. Foi maravilhoso, porque tivemos que nos virar pra conseguir encontrar esses lugares. A cidade é linda e conhecemos todo o campus da McGill.” – Ivone Almeida

R: “Os primeiros dias foram um tanto quanto impactantes! Demorou pra eu perceber que estava, de fato, no Canadá! Novidades em todos os aspectos e momentos” – Rodrigo Oliveira

R: “Os primeiros dias foram bem corridos, com várias atividades. Tivemos que participar de uma corrida, onde tínhamos vários pontos da cidade para visitar e tirar uma foto em um período de 3h. Cada lugar valia uma pontução, mas a regra principal era chegar no ponto de encontro no horário combinado. Mas como chegar aos lugares se você não conhece a cidade? Como perguntar pra alguém, se alguns falam inglês e outros francês…Foi bem dificil, eu ousei bastante fiz a maior pontuação!” – Ede Almeida

P: Como está o curso? Você tem que estudar muito para acompanhar o conteúdo?

R: “O curso está bom! O que surpreende: os conceitos passados são simples e inteligentes, fica fácil de aplicar. Tenho estudado muito para acompanhar o conteúdo, quase não sobra tempo para mim.” – Anderson Dantas

R: “O curso está excelente, é necessário estudar muito para acompanhar o conteúdo, para ter maior aproveitamento do curso. Não quero perder nada dessa oportunidade, por isso, me dedico 100%” – Humberto Gleisson

R: “O curso está muito bom, maravilhoso, na verdade! O professor Brandon é um excelente profissional e amigo de todos os alunos de nossa turma. Sim, tenho que estudar bastante para acompanhar o conteúdo. Quando se está estudando numa língua que não é a sua, o esforço acaba sendo em dobro.” – Rosana Rodrigues

R: “O curso é muito bom e estou me identificando muito, pois a comunicação é essencial, principalmente no ambiente administrativo. Estou aproveitando ao máximo e quero muito aplicar as técnicas ensinadas no meu dia-a-dia. Tenho que me esforçar todos os dias para entender as aulas, pois o inglês é um fator que exige bastante atenção e esforço para acompanhamento.” – Priscila Serra

P: O que você está achando dessa experiência?

R: “Espetacular, jamais imaginei que um dia viajaria para outro país para estudar na melhor faculdade deste, parecia algo muito distante… E veja eu aqui, na melhor faculdade do Canadá, imagine como estou me sentindo… Super feliz com esta oportunidade!” – Vinícius Torres

R: “Essa experiência aqui na McGill é única e inesquecível em minha vida, marcada por tantos desafios e conquistas pessoais e profissionais. Aqui se tornou uma extensão da FAPPES, parceria perfeita.” – Diane Pereira

R: “É uma experiência ÚNICA! Estou adorando esse país e toda a sua cultura, é enriquecedor e tenho certeza que irei voltar em outras oportunidades.” – Romário Ramos

P: Quais as principais diferenças culturais entre Brasil e Canadá?

R: “A educação é bem diferente, a comida também. Aqui tudo tem horários certos!” – Philipy dos Santos

R: “A experiência de conhecer outra cultura, outro mundo, fico sem palavras, sempre foi um sonho pra mim, e realmente superou minhas expectativas.” – Vanusa Gomes

R: “Comprometimento com os resultados, aqui eles colocam as ideias em prática. Você não ouve ninguém reclamando do país aqui, muito pelo contrário! Percebi a transparência com as pessoas. Além disso, todo o cronograma entregue no Brasil foi seguido na sua totalidade, não houve nenhuma alteração.” – Wagner do Nascimento

R: “O principal que vejo aqui é: todos esperam sua vez. Os carros respeitam os pedestres (não há faixas de “somente a esquerda/direita), os pedestres respeitam os semáforos e faixas” – Rafael Quintiliano

P: E o inglês? Já se adaptou à língua?

R: “Não totalmente, mas já estou entendendo melhor desde que eu cheguei. Meus amigos, que entendem melhor, estão me ajudando, dando o feedback, o grupo está bem unido” – Welton Caetano

R: “The first week is like a dream to us, the second week we can see how we need be dedicated with ourself in all the actions we do in our life” – Luiz Fernando Borges, que nos mandou todas as respostas em inglês!

R: “A adaptação é um pouco lenta, pois o impacto foi muito forte, mas com paciência eu estou me adaptando, e me esforçando ao máximo, aproveitando essa oportunidade que só a FAPPES proporciona, então vou valorizar cada momento do estudo, e me dedicar bastante.” – João Correia

Por: Luiza Caricati 

Você Pode Muito Mais!

#VocePodeMuitoMais
#MuitoMais
#VocePode

Category:
  historico

2 Comentários

  • Steffany says:

    Sonho com esse momento desde o dia em que ingressei na FAPPES! A inversão de valores, quebra de rotina, o impacto cutural marcará completamente a minha vida da maneira mais intensa! E eu desejo que seja assim. A FAPPES vai muito além de uma instituição de ensino superior, ela nos molda ao seu propósito e nos oferece a melhor experiência academia da vida! A cada dia tenho mais certeza que aqui é meu lugar! #soufappes #futuroexecutivo

  • Cristiane Duarte says:

    Tenho orgulho de ser amiga de todos os futuros executivos, inclusive alguns, são da minha classe. Imagine! Eu os conheço desde o primeiro semestre. Vi os esforços de cada um deles. São merecedores do sonho que virou realidade. Na próxima turma, estarei lá.

Comente

Informe seu e-mail para enviar seu comentário.